Mensagens populares

quarta-feira, março 25, 2015

Relógios de outros tempos [Alcáçovas]


Econtro da Rede de Museus [distrito de Beja]


Grande evento hípico [ IIº Raide Hípico de Torre de Palma]

 
 
Para os leitores interessados em informações detalhadas sobre este imperdível evento, deixo aqui a ligação para o organizador do mesmo, vulgo Hotel Torre de Palma.
.

Râguebi em Évora


quinta-feira, março 19, 2015

Parabéns SIC [Serviço Público]


 
Estes são dois programas relativamente recentes que passam semanalmente na grelha programática da SIC Noticias e que aqui quero evocar e valorizar. Num momento em que o país vai atravessando uma crise económica sem precedentes e que parte dessa economia assentava maioritariamente em transacções de serviços, é importante alterar o paradigma de desenvolvimento económico do país e re-incentivar a nossa capacidade produtiva e de auto-suficiência alimentar é um passo muito importante para consolidar essa argumentação. Ora nesse contexto e após algumas décadas findo o único programa ligado à actividade agrícola em Portugal, denominado de TV Rural apresentado pelo saudoso eng.º Sousa Veloso, é muito oportuno e estimulante verificar que uma canal privado da televisão portuguesa entendeu relevante voltar a dar enfoque e tempo de antena a esta temática. Associado ao programa Selecção Agrícola que versa sobre a actividade económica associada à agricultura e  sustentabilidade ambiental, a SIC Notícias encetou a criação de um programa dedicado especialmente ao mar e a todas as actividades a ele subjacentes, chamado Mar, a Terra Prometida. Tanto um programa, como outro acabam por ser uma pedrada no charco relativamente ao apoio concedido pela comunicação social às actividades económicas em Portugal e sobretudo pelo dar a conhecer do muito de bom que se faz na área agrícola, ambiental e da respectiva sustentabilidade, bem como de todo um ciclo produtivo alavancado pela economia do mar. Este tipo de programas são um estímulo, um incentivo para a replicação de casos de sucesso na área produtiva do país, tal como um laboratório de experiências novas que se podem observar e ainda acabam por ter uma vertente extraordinariamente pedagógica e veículo de informação necessária para robustecer o nosso tecido económico e empresarial. Parabéns SIC por ires na frente e desbravares caminho a outros canais que certamente te seguirão pela assunção da importância destes pequenos grandes gestos!!!

terça-feira, março 17, 2015

Em tons outonais [Alvito]


Reflexões sobre a Iª Guerra Mundial e o CEP


Ferrovia Sines-Madrid e Lisboa [Novidades]

Parece que a linha ferroviária de bitola europeia entre o Porto de Sines e Madrid se prepara mesmo para avançar. E acresce a esta boa nova a inclusão do interface entre o Porto de Sines e o Porto de Lisboa, também em linha ferroviária. Paulatinamente, vão surgindo medidas de fundo, estruturais que demonstram maior empenho do investimento público no agitar da economia nacional.

segunda-feira, março 09, 2015

Consciência Ambiental [de Alvito para o Mundo]

Depois de ter lido este artigo na Green Savers sobre a crescente sensibilidade das empresas tecnológicas em diminuir a sua pegada ecológica no planeta, ocorreu-me de imediato uma visão diária que tenho de uma fábrica em Alvito, de onde das suas 3 chaminés emana uma poluição
algo desmesurada que irá afectar inquestionavelmente a qualidade do ar e provocar emissões de CO2 para a atmosfera. Nos tempos que correm não terei a insensibilidade, desfaçatez e até a hipocrisia de censurar um investimento que se foi localizar no interior, que exporta o grosso da sua produção, que dá inúmeros postos de trabalho ao concelho de Alvito e até a outros limítrofes, mas haverá certamente algum pequeno gesto que seja que poderá sinalizar o mea culpa pelo atentado ambiental que diariamente vai ocorrendo. E esse gesto poderia ser tão somente uma compromisso ambiental desse tipo de indústrias de, como contrapartida à poluição que praticam, terem políticas pedagógicas sobre a temática e plantar árvores como forma de combater o CO2 e amenizar a tal pegada ecológica. Teriam um pequeno gesto, quiçá até mais simbólico, mas importante para que as gerações futuras e novos investimentos entendam que no nosso amado planeta é importante ver as coisas pelo todo, pelo conjunto e que muito do que fazemos quotidianamente tem efeitos práticos na Natureza, perdendo todos com esses efeitos que potenciamos. Fica aqui uma deixa...