Mensagens populares

segunda-feira, março 25, 2013

RTP pelo decoro

Não consigo entender esta decisão da RTP que sendo a única estação televisiva pública, deve ter sempre em linha de conta as várias sensibilidades daquilo em que aposta. Julgo ser consensual que cabe a esta estação de TV além de ter uma grelha exemplar, pugnar pela integridade dos seus programas e protagonistas. Não consigo conceber que esta estação de TV sucumba ao populismo mediático e das audiências (que não deve ser de todo o seu primordial objectivo) e neste delírio e até quase ofensa nacional convide o antigo primeiro-ministro para uma participação semanal de cerca de 30 minutos. O primeiro ministro que levou Portugal ao 3º resgate financeiro do FMI, que nos levou para um buraco sem fundo, que inibriou ainda mais a nossa justiça, que endividou os portugueses à custa de obras faraónicas sem fundamentos técnicos e estratégicos, que facilitou e agravou as PPP´s, que criou o Parque Escolar que na sua breve existência tornou-se num dos maiores sorvedouros de dinheiros públicos, que inaugurou um aeroporto fantasma sem qualquer utilidade e que persistia e teimava na construção de um 2º aeroporto de Lisboa num local onde apenas o seu Governo admitia ser proveitoso para o país, que deu milhões e milhões para fundações que no seu consolado brotavam como cogumelos, que aprovou um injustificado TGV, que se portou desastrosamente com a gestão do BPN e BPP, que permitiu que um banco público a CGD emprestasse cerca de 300 milhões de euros a um amigo do PS (Joe Berardo) para que este comprasse acções de um banco concorrente, que em toda a história da democracia portuguesa foi quem mais atacou a liberdade de imprensa e quem mais tentou limitar o direito de opinião de comentadores e jornalistas e, que afinal de contas nem sequer tem as habilitações que disse ter!! Em suma, se este senhor quissesse defender-se num tribunal português, aceitava que parte do que pago em impostos fosse para a condução do seu julgamento, agora pedirem-me para que aceite através da  RTP, canal público de televisão contribuir com minhas contribuições fiscais para permitir a este senhor que tente justificar o injustificável e branqueie a História recente de Portugal, é num mínimo indecoroso. Por tudo isto e porque ainda tenho memória, assinei de bom grado e com satisfação esta petição que recusa aceitar a presença de José Sócrates como comentador na RTP.